Um toque de elegância


Para quem tem linfedema o vestir (e o calçar) é sempre um desafio constante.

A Marytina - que tem linfedema nos membros superiores, pós cancro de mama - abre, para nós, os seus segredos, partilhando como mantém a total elegância, trocando as voltas às medidas convencionais dos fatos que se podem adquirir em loja.   Com a ajuda de uma fita branca, a manga ficou mais larga e esse toque é continuado na gola que, não necessitando de ser alargada, encontrou, com a aplicação de uma fita branca mais estreita, a perfeição na alteração dada ao conjunto.

Esta partilha é mais um gesto de generosidade, por parte da Marytina que me deixa um sorriso grato dado que, estou certa, esta solução será seguida por muitos outros.

Obrigada Marytina, por este toque elegante partilhado connosco, tanto no "Linfedema em Português" como aqui,  no L de linfa.


Cancro de mama nos homens e linfedema secundário



Tanto os homens como as mulheres nascem com células do tecido mamário e, embora os homens não as desenvolvam elas permanecem e há o risco,raro, de contrair cancro.

O breastcancer.org refere que está previsto cerca de 2670 homens sejam diagnosticados com cancro no corrente ano, nos EUA.

O linfedema secundário é também uma possibilidade para a qual há necessidade de se estar sensibilizado

workshop Linfedema! que fazer.


fontes e referências: 



Nordic Walking em Leiria


Iniciou, no passado dia 12 de outubro, em Leiria, um grupo de Caminhada Nórdica (Nordic Walking) que pretende manter activos os doentes de Linfedema e de Lipedema, daquela região de Portugal.

Esta iniciativa da andLINFA | Associação Nacional de Doentes Linfáticos tem o apoio da ESDRM | Escola Superior de Desporto de Rio Maio e é coordenado pela Fisiologista do Desporto Joana Freitas.

Esta actividade vai continuar a manter activos todos os que queiram participar.
Para mais informações contacte a andLINFA: info@andlinfa.pt

Linfedema! Que fazer.


à esquerda, em cima,:
Fátima Ramalho (ESDRM), Emília Vieira (Presidente das Amigas do Peito)
Manuela Lourenço Marques (Presidente da andLINFA) e Fernanda Gabriel (Hospital Santa Maria)

Aos poucos a sala foi-se enchendo, os lugares tornaram-se insuficientes e mesmo de pé todos sentiram a necessidade de ouvir e de participar no workshop "Linfedema! Que fazer." Para falar sobre esta temática estiveram presentes Manuela Lourenço Marques, Presidente da Direção da andLINFA, Fernanda Gabriel, Fisiatra no Hospital de Santa Maria e Fátima Ramalho, fisiologista do Desporto da ESDRM.

Esta oportunidade surgiu com um convite da Associação Amigas do Peito à andLINFA|Associação Nacional de Doentes Linfáticos, no mês em que se faz uma reflexão mais atenta ao Cancro de Mama e onde o linfedema não pode ser esquecido.

A sala esteve cheia de vencedores.



O que faço? Tenho Cancro de Mama






























Foi com o espaço FNAC, do Centro Comercial Colombo em Lisboa, a exceder a sua capacidade que aconteceu, hoje, o lançamento do livro "O que faço? Tenho cancro de mama". Trata-se um livro de perguntas e respostas que utiliza uma simples e esclarecedora forma de dialogar com o leitor. 

Emília Vieira, autora do livro, possui um vasto e comprovado curriculum na área oncológica e é a presidente de uma instituição humanitária de apoio à mulher com Cancro de Mama: As Amigas do Peito.

O livro "O que faço? Tenho Cancro de Mama", já está à venda e, ao que tudo deixa supor irá ter grande procura. No entanto a autora deixou transparecer que lhe ficou a vontade de dar uma continuidade a este trabalho agora iniciado e que está sempre a ser actualizado.

Milão - Linfedema no Body Positive


Enquanto ontem, em Leiria, a andLINFA dinamizava uma actividade de Nordic Waking, fazendo assim uma chamada de atenção para o lipedema e linfedema naquela região do país, em Itália decorria uma actividade que reuniu cerca de 200 mulheres que desfilaram com diferentes patologias e onde o lipedema e linfedema também foram representados.

No Body Positive Catwalk. aconteceu em Milão, Pernille Henrisken e da sua amiga Anna, fizeram uma chamada de atenção para o linfedema.

Neste o link podem visualizar o  motivo que levou a Milão mulheres de várias partes do mundo.